Newsletter

Óleos Ayurvédicos para massagens There are 113 products.

Óleos Ayurvédicos para massagens
A Auto-Massagem Abhyanga: um ritual de conforto e prazer.
(Abhyanga, em sânscrito, significa friccionar com óleo)

Quando estimulada por uma massagem terapêutica, a pele reage libertando um conjunto de substâncias químicas autorregeneradoras muito benéficas para a fisiologia do organismo. Idealmente deveria ser praticada numa base diária. Não havendo tempo para tal, faça-o sempre que possível. Uma auto-massagem com um óleo apropriado, para além dos benefícios acima mencionados, retarda o processo degenerativo do envelhecimento.

Principais benefícios da auto-massagem Abhyanga:
- Nutre e revitaliza os tecidos da pele, removendo toxinas das células;
- Estimula os sistemas circulatório, digestivo e imunitário;
- Promove a suavidade, elasticidade e o brilho na pele;
- Lubrifica e reforça as articulações e dá elasticidade aos músculos;
- Aumenta a flexibilidade articular;
- Combate o stress, induzindo o relaxamento;
- Aplicada com regularidade fortalece o corpo e promove o rejuvenescimento do organismo, ao mesmo tempo que reforça as defesas contra o stress, combate as insónias e a ansiedade.
- Tudo isto e ainda a sensação ao longo do dia de conforto e bem-estar no corpo e tranquilidade na mente.


A Auto-massagem Abhyanga passo a passo:

1. Comece por aquecer o óleo colocando a embalagem em água quente para que este fique à temperatura da pele.
2. Se dispuser de tempo e tencionar lavar o cabelo, coloque um pouco de óleo na concha da mão e espalhe sobre o couro cabeludo, massajando vigorosamente com as pontas dos dedos em movimentos circulares, abrangendo toda a cabeça.
(A concha da mão é uma boa medida para cada zona a massajar).
3. Em seguida, com movimentos mais suaves, massaje as orelhas e o rosto, este último com movimentos de baixo para cima e para fora, como se espalhasse o seu creme.
4. Passe ao pescoço e, usando a mão aberta, massaje à volta do pescoço, frente e trás.
5. A seguir, massaje em movimentos longitudinais os músculos longos dos braços e antebraços e, em movimentos circulares, as articulações dos ombros, cotovelos e pulsos. Dê particular atenção às palmas das mãos e articulações dos dedos.
6. Para massajar o peito, o estômago e o abdómen faça movimentos circulares largos. Mais suaves nos seios e zona do estômago e abdómen, mais firmes nas zonas esqueléticas.
7. Massaje tão bem quanto possível as costas e a base da coluna, subindo a coluna vertebral tanto quanto possível, mas sem esforço desproporcionado.
8. Massaje em movimentos longitudinais com a mão toda os músculos longos das coxas e canelas e, em movimentos circulares, as articulações das ancas, joelhos e tornozelos.
9. De novo, dê particular atenção e um pouco mais de tempo aos pés: massaje a planta dos pés vigorosamente do calcanhar aos dedos e vice-versa e com os polegares faça movimentos circulares em toda a planta do pé. Massaje também as articulações dos dedos dos pés.
10. Durante toda a massagem procure ter consciência do sentido do tato reagindo aos estímulos mecânicos e das sensações na pele ao ser massajada, procurando não deixar a mente divagar, com tendência a começar já a preocupar-se com as obrigações que o esperam no seu dia de trabalho.
11- O ideal é deixar o óleo no corpo durante entre 10 e 20 minutos. Não havendo tempo para tal, deixe pelo máximo tempo que for possível.
12. Termine com um duche revigorante, água morna na cabeça e rosto, água mais quente no resto do corpo.
13. Não esfregue a pele e, de preferência, não use sabonetes ou gels de origem química. O ideal é permitir que uma fina película do óleo permaneça na pele. Esta é considerada muito benéfica para tonificar a pele e aquecer e revigorar os músculos ao longo de todo o dia.
14. Também não esfregue a toalha na pele ao limpar-se, mas limpe-se com pequenas palmadinhas da toalha em todo o corpo.

Carrinho  

Nenhum produto

Expedição 0,00 €
Total 0,00 €

Carrinho Verificar